quarta-feira, 2 de julho de 2008

Eu não sei fazer samba

a meninice brincou nos olhos de Teresa, lagarta listrada.

Eu não sei fazer samba, mas eu faço
eu não sei dançar tango, mas eu danço
eu não sei amar de menos, e eu amo
eu não sei chorar por ti, mas choro
eu não sei roubar um beijo, mas pra você
menina, eu dou um jeito
e pulo o teu muro, eu juro
quebro parede, porta, janela
não quero saber, porque não sei
o que me impede de você

você me ensina a chorar, e eu choro
se você mostrar como amar, eu amo
mas não me venha com a conversa
de me dizer como esquecer
pra que eu não saiba o que fazer
com o amor
que você me ensinou a ter

4 comentários:

Marília Gil disse...

você está mais palpável na sua poesia... agora, agora sim, eu te entendo qdo tu escreves... te entendo e te sinto. te sinto suavemente, com amor.

Márcia Leite disse...

"e pulo o teu muro, eu juro"

ow homi...
chorei!

=~
=)

Limbonauta disse...

Sabe sim!E como sabe, cara.

Gabriela. disse...

Ow que lindo! Quero que Erick musique essa! xDD
:D