sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Aliviado

a menina que passa
despretensiosa,
não sabe nem tem causa do mal
que faz

quantos já não sonham
em ter um pedacinho da beleza
da menina

oh! lívia,
me vieste na hora errada
conseguiste tirar minha paz
agora, me diz:
como este samba vai ficar?

quem tu és?
tu te mostras sem sorrir
que é pra não me ter aos teus pés

vai, que eu vou embora
a gente se atrasou, se atrasou
você chegou bem depois
e a gente se desencontrou

4 comentários:

Renata (impermeável a) disse...

vinicius.... sabia muito bem como era isto......

em ipanema...



e nem era lívia...

Limbonauta disse...

Noss... sensacional!

Pamella B. disse...

Saudades sinceras desse blog, dessa forma como você escreve... tudo tem essa leveza incrível de samba! Aliás, há muito não nos falamos, né? Uma novidade: passei no vestibular para Letras ;DD

mabiatoscano disse...

lindoo adorei
vou fazer um link do meu pro teu
:D
bjooo