quarta-feira, 27 de agosto de 2008

As partes de Maria




Minha poesia é feita para as mulheres. Para o sexo ou o amor, não importa. Minha poesia não tem a pretensão da Grande Poesia e nem a arritmia da adolescência. Tem, sim, uma carga absurda de afrodisíacos naturais, que jorram dos meus dedos em direção às teclas. Por mais que eu tente, não consigo dissuadir a poesia que eu sinto, dos poemas que eu faço. Eu não faço poesia para homenagear as mulheres. Conversa. Eu faço poesia para que as mulheres me homenageiem. Meus poemas são tentativas de despudor. Quero que meus poemas levantem a saia das mulheres e que, letra por letra, elas se dispam por completo. Eu me despi. A pretensão dos meus poemas é tocar as mulheres. Tocar, e mais nada. Um toque, eu me satisfaço. Mentira. Eu não me satisfaço. Com um toque eu quero tocar mais, e quanto mais eu quero tocá-las, mais elas desejam ser tocadas. Porque as mulheres sabem que com elas ou toca ou não toca. Eu toco.




sei apenas das pernas
[só quero saber delas
as duas (tuas)
entrecruzadas

formatação incontrolável de sinestesia:
onde elas se cruzam, estão meus olhos
com toque, com gosto

mas nas minhas mãos,
uma por uma,
incendiando as minhas palmas
de suor

(duas) tuas pernas gemem.

11 comentários:

Juli-Fox disse...

Socorroooooooooooooooo!!! Sexy demaissssssssss, homi homi homi... tu n tem jeito ne??

Jack disse...

Quase uma siririca embriagada com Catuaba.

Márcia Leite disse...

Emocionei!

=~

Clarissa Marinho disse...

Eita!Caliente!hehehe
Muito bom!

Sofia disse...

Que coincidência, quando eu te disse que você fez a minha música eu nem imaginava que a sua intenção ao escrever era tocar tanto assim a gente do lado de cá.

Juli-Fox disse...

eiiiiii, ok ok, tive coragem de colocar lá akela poesia q vc keria... seu post ajudou, logicamente, heheheh
bjaoooooo

Fulô disse...

o.o
ah, vindo de vc.. normal.
uhauhauhauau

Gabriela. disse...

Aaai Dan, quanta libido! rsrsrs

Cacau disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cacau Maria disse...

Gostei muito do que li... Intenso... E suave ao mesmo tempo... Estava navegando aqui entre blogs e cheguei ao teu... Muito interessante... Gostei da alusão a Lispector... É assim mesmo, ou toca ou não toca!
Abraços

Samira disse...

aceitas critica?juro que não é ruim,talvez até construtiva porém

o fim
(duas)tuas pernas gemem,da pra entender teu fim,mas poderia ser algo melhor pra um FIM

mas adorei de toda forma ^^
começarei a pertubar-te com comentários,mas tens meu apresso pelo que escreves

Te cuida
By:Morgana