domingo, 1 de abril de 2007

Mil Novecentos e Além

Bzing

Parei pra pensar, divagar a respeito do termo inspiração. E como se explodisse uma galáxia neuronal eu vi: e a falta dela, não é senão o ápice do esgotoamento emocional? É nada! MiNhas palavras desinspiradas por vezes me tornam mais poeta do que as que me fazem questionar minha poetividade, digo sem medo de ser indireto.




mulheres-cruzadas








Mi Desinspiración



Não te preocupas tu, que eu aqui do meu lado não faço nem um esforço pra parecer mais proetivo. Eu sigo o passo na cadência do meu cérebro, e não da tua emoção. Não. Não é arrogância, é medo.





ALT + F4


Como se dum sonho assim puf, se embotassem as palavras dentro dele, fora dele, durante, antes e depois. E aí tudo se estatifica, se pára e eu penso: "para..?"Tem não, motivo não. Mas se fica e INCRpossIVELoMente formar das tantas palavras as que agora fazem isso assim BLAM, BLAM, POF as imagens em reconexo outrora fixo alucinar de poetisar, poemisar, poetificar ou o caralho a quatro o resultado dado, jogado, cuspido, COSP COSP.O negócio é das falanges, falanginhas, falangetas, tec, tec, tec, tec. Sinapses neurais, neuronais, neuróticas, elétricas dialogando no vértice criado pelas minhas córneas em direção aos pícseus encarcerados em dezessete polegadas de tecnologia e o alfabeto idiótico das palavras embaralhadas quê, dáblio, é, érre, tê, ípsilon, ú, í, ó, pê. E os impulsos neuróticos passeando noutros vértices mais princCôntrou altidéu.





Esmeralda Hortelã
Um prólogo

Conta a lenda da Esmeralda Hortelã, que por verdes-mares abrasou legiões inteiras de devaneios rasos relatados, por vezes, factuais. De fato, adversativos verbais - e até diriam-se nominais, por quê não? - às verdadeiras verdades contadas e seguidamente recontadas, revividas e reistoriadas de acordo com as questões pertinentes: Tudo se era fato, se não fosse certo que já não se era mais correto.
Era, sim, pura e simples perdição dos neurônios.

Continuar-se-á...





"Mas o homem de ouro com um cinto de couro, até hoje, quem era... eu não sei."

Um comentário:

Sono the idle disse...

A inspiração é apenas o início da respiração...até sem querer nos inspiramos é um ato reflexo.